Se você pudesse, você demitiria o seu patrão?

Como-ser-demitido-aprenda-aqui

Demitir o próprio patrão? Você gostaria?

É possível que essa resposta seja sim para muitos que estão lendo esse post agora. Com certeza você passou por um dia estressante de trabalho, daqueles em que suas contas estão atrasadas, você não dorme bem, e para variar, o seu patrão está cobrando muito de você na empresa. Pois é, saiba que essa não é uma situação exclusivamente sua. Essa é a dituação de milhares de Brasileiros.

Quando falamos sobre patrões, principalmente na condição de assalariado, nos referimos não só a figura que o chefe representa, mas também a pessoa que em parte é responsável pelo sustento das suas necessidades financeiras, como conforto, moradia, lazer e outros.

No entanto, nem sempre patrões ou funcionários estão ligados a integridade ou compreenção, o que pode dificultar muito o ambiente de trabalho.

Cançaso, estresse, falta de tempo para família, esses são todos pontos que são negativos quando trabalhamos para alguém.

Claro, que existem os pontos positivos. Estabilidade, benefícios como FGTS, INSS, que somente trabalhando de forma registrada ou regularizada o indivíduo pode ter acesso. Nos últimos anos no nosso país, está acontecendo uma revolução empresarial. 

Prestação de Serviço x Negócio próprio

O ano de 2016 foi marcado como o ano do desemprego e do empreendedorismo. Tudo porque abrir um empreendimento se tornou uma opção paralela em contrapartida ao desemprego. Em 2016, mais e mais brasileiros experimentaram a condição de desempregado. O número de pessoas sem trabalho nunca foi tão alto – eram 12,1 milhões até novembro, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

E a busca por uma vaga tornou-se uma verdadeira maratona. Milhões de pessoas passaram o ano inteiro, em vão, atrás de um emprego. Apesar de os índices de desemprego terem crescido, os problemas no mercado de trabalho não são novidade.

 

Caso se confirme a previsão do mercado financeiro, expressa no Relatório Focus, divulgado na segunda-feira, 26, de queda de 3,5% do Produto Interno Bruto de 2016, serão dois anos de resultados negativos consecutivos e um acúmulo de 7,29% de perdas.

Segundo o coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azeredo, os dados da última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) são apenas um reflexo do movimento da retração econômica. “Em um ano, a população ocupada caiu 1,9 milhão, em torno de 2,1%. Mas essa é uma comparação com 2015, que já tinha um nível de ocupação baixo.”

A crise foi tão agressiva que desconfigurou até mesmo o movimento sazonal, ou seja, nem vagas temporárias, típicas do fim de ano, apareceram. “Em outubro de 2013, período anterior à crise econômica, o total de desocupados era de 5,6 milhões a menos do que agora”, observa Azeredo.

Com esse cenário, muitos currículos acabaram enterrados nas caixas de e-mail dos departamentos de Recursos Humanos. Por isso, a aceleração de crescimento da força de trabalho, aquele grupo que está em busca de um emprego, passou a diminuir conforme os meses foram passando.

As pessoas estão desistindo de procurar.No trimestre encerrado em outubro, 600 mil perderam empregos, mas somente 195 mil estavam em busca de uma vaga. Isso também se explica pela queda da qualidade dos poucos postos, com salários baixos e instabilidade.

Segundo Azeredo, cerca de 6 milhões de trabalhadores não estão procurando nada, mas têm potencial para integrar a força de trabalho.

Empreendedorismo
A percepção de todos parece ser mais ou menos a mesma: 2016 foi diferente da “marolinha” de 2008 e de outras crises. Assim, o empreendedorismo foi ganhando espaço e tornou-se um dos responsáveis por estabilizar o índice de desocupação.

Ainda que tenha começado a reduzir nos dois últimos trimestres móveis, segundo levantamento mais recente do Serasa Experian, o setor ganhou mais adeptos entre 2015 e 2016.No ramo de Microempreendedores Individuais (MEI), surgiram 1,22 milhão de novos MEIs no País até setembro, o que representa um aumento de 5,3% em comparação ao mesmo período do ano passado.

O crescimento pode parecer tímido, mas é representativo quando comparado a empresas individuais (capital mínimo de 100 vezes o maior salário-mínimo), por exemplo, cuja queda no mesmo período foi de 22%.

“O crescimento ficou mais forte em maio de 2015, quando o desemprego começou a subir. É um sinal claríssimo de que as pessoas querem tornar-se MEI para gerar renda”, explica o economista do Serasa Experian, Luiz Rabi.

Até setembro, MEIs eram 79% dos novos empreendimentos no País, que totalizam 1,54 milhões de novas empresas até setembro.

A Pergunta é: Como abrir o prórprio negócio? Como Fazer?

3-Dicas-Para-Vender-no-Facebook-de-Graça-organicamente

Existem diversas formas de ganhar dinheiro de maneira rápida e com pouco investimento. E quando falamos “rápida” não quer dizer fácil. Velocidade não tem nada a ver com facilidade, não esqueçam disso. Abaixo você verá uma pequena lista de negócios que podem ser interessantes e que podem te render um bom lucro, além de trabalhar em cima de um horário específico contanto com a possibilidade de trabalhar principalmente com o nicho que você gosta.

Revenda de produtos

Uma das práticas mais comuns e também uma das mais rentáveis que existem, e o que impressiona é a facilidade de se fazer. Você pode comprar mercadorias importadas nos grandes centros, como relógios, roupas, calçados, eletrônicos e outros, e depois revende-los jogando um valor de mercado compensativo. 

Por exemplo: Você pega 30 unidades de relógios importados e paga R$ 20,00 em cada um, ou seja, você investiu R$ 600,00 nesse produto. Logo, você revende esse mesmo produto na sua cidade por R$ 40,00 a unidade. No final das vendas você conseguiu levantar um capital de R$ 1200,00. o que te deu uma diferença de 600 reais do valor investido no produto. Mesmo com os descontos de transporte, correio e outros, você consegue ter um bom lucro.

Nessa categoria de negócio você pode fazer boas compras e vender sem mesmo sair de casa, somente com o uso da internet. Existem centenas de sites que vendem mercadorias por atacado com um bom preço.

Venda Seus Serviços

No caso de uma de minhas pequenas empresas, uma atelier de arte, nós vendemos arte. Trabalhamos com tatuagens e desenhos realistas, retratos etc… Nesse caso os clientes procuram nossa loja para que façamos serviços específicos. Isso é uma boa forma de gerar renda. Além do mais, nessa categoria de serviços, quanto mais diferenciado e específico for o seu trabalho, maior as chances de renda.

Trabalhar com Internet Marketing

Essa última sem dúvida é a mais barata e rentável forma de ganhar dinheiro. E ao contrário do que a maioria das pessoas pensam sobre trabalhar com a internet, não é nada fácil. Exige muito trabalho, esforço e estudo. No entanto, para quem quer começar nessa área, logo de início consegue ter acesso a uma infinidade de material gratuito e outros treinamentos pagos, que são muito baratos e em grande parte de ótima qualidade. 

Recentemente em nossas empresas implementamos dois treinamentos bem específicos que trouxeram muitos benefícios para a nossa empresa. O primeiro foi o Sucesso nas Redes Sociais,  que ensina técnicas matadoras de vender pelo facebook e o outro Text Machine,  que ensina técnicas de copywhriting , o que gera muito cliente para uma empresa, seja ela do tamanho que for.

Na internet existem diversas formas de ganhar dinheiro, mas duas que são bem práticas são a de produtor de info produtos. Ou seja, você produz  um curso virtual em vídeo, ou escreve um ebook e realiza a venda.  O interessante é que você pode usar o seu conhecimento de vida ou da sua profissão. Pode ser um guia de como construir cadeiras, ou um livro de receitas…

Você pode também trabalhar com uma plataforma de afiliados, que são plataformas que disponibilizam produtos para que você possa revender e ganhar comissão com isso. Ou seja, você vende produtos de outras pessoas e ganha por isso uma parte da venda, podendo também, disponibilizar esse seu produto nessa mesma plataforma para que outras pessoas comprem . 

Vale a pena saber mais.

Conclusão

Seja da maneira que for, todos temos que trabalhar e viver, a forma com que isso será feito é da escolha pessoal. Consideremos então a situação econômica do país, as nossas necessidades, as necessidades da família. 

Uma estrutura familiar financeira e familiar depende totalmente do responsável pelas mesmas, e seja prestando serviços ou trabalhando de maneira autônoma faça seu trabalho com seriedade e invista em você. Investir em você com certeza será um dos investimentos mais rentáveis que você fará na vida.

Paramos por aqui?


Bom, esperamos que não, afinal, as escolhas que você fará agora determinarão a sua vida futuramente, e ir além fazendo mais do que outras pessoas fazem hoje, com certeza fará com que você colha melhores frutos em um futuro próximo. 

Para quem tem interesse em abrir o próprio negócio na internet com baixo investimento e com um treitamento top de linha, tenho que apresentar um dos melhores treinamentos de já conheci, e apenas um das dezenas que faço e que implemento nos meus negócios.

54454O treinamento é o Viver Melhor Agora, da sensacional Karyne Otto. A mulher que passou de mãe de família e prestadora de serviços para empresária digital que ganhou mais de R$ 250,000,00 em menos de 3 anos no ramo do marketing digital em somente uma plataforma de negócio. 

Fácil? Não! Como dissemos, não é fácil, mas é extremamente gratificante. Trabalhar com o próprio negócio e ter tempo de qualidade para a nossa família não tem preço. Então se você não é uma pessoa acomodada e presa pela qualidade de vida, se você quer mudar de vida essa é uma ótima oportunidade. 

Saiba mais clicando AQUI. Você não tem nada a perder.

Nos vemos no topo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s